Em educacao / guias

Vantagens e desvantagens do sistema de consórcio

Para quem não tem acesso a financiamento, consórcio pode ser uma opção vantajosa, mas é preciso avaliar com calma todos os pontos

SÃO PAULO - Há tempos que você está pensando em trocar de carro, mas não sabe ao certo qual a melhor forma de agir. Como decidir entre a poupança programada, o financiamento e o consórcio?

A primeira coisa que você deve saber é que esta é uma dúvida bastante comum, que efetivamente exige uma análise detalhada, uma vez que a escolha da melhor opção depende da sua situação atual e objetivos pessoais.

Para ajudá-lo nesta tarefa, são listadas abaixo algumas das vantagens e desvantagens dos consórcios:

  • Menos burocracia
    Se você não tem como comprovar renda mensal através de holerite ou não atende os critérios necessários para obtenção de um financiamento, o consórcio representa uma alternativa menos burocrática de obtenção dos recursos do que o financiamento.

  • Custo tende a ser menor
    Ao contrário dos financiamentos, nos consórcios não são cobrados juros, mas é preciso arcar com a taxa de administração e de adesão, fundo de reserva e seguros. Apesar disso, a prestação do consórcio tende a ser menor do que a dos financiamentos.

  • Obrigação de economizar
    Para algumas pessoas, outra vantagem do consórcio é que obriga a economizar todos os meses para a realização de um determinado objetivo. Esta é uma vantagem que deve ser vista com cautela, uma vez que, ao invés de pagar a prestação do consórcio, este dinheiro traria um retorno maior, caso fosse investido.

  • Prazo de recebimento pode ser maior
    A grande desvantagem dos consórcios reside no prazo de recebimento do bem. Ao contrário do que acontece no financiamento, cujos recursos para a compra do bem são rapidamente liberados após a sua aprovação, no consórcio você precisa esperar ser contemplado.

    E, na pior das hipóteses, esse prazo pode coincidir com o prazo de duração do grupo. Afinal, alguém entre os participantes será o último a ser contemplado, e ele pode muito bem ser você. No caso dos consórcios de imóveis, por exemplo, esta pode não ser uma boa opção para quem tem pressa de sair do aluguel.

  • Risco de inadimplência é maior
    Outra ponto que merece atenção nos consórcios é a inadimplência. Enquanto no financiamento você corre o risco de ficar inadimplente se as prestações subirem demais, no consórcio este risco não está restrito a você. É importante que você se informe sobre qual o impacto, para o grupo, da inadimplência de algum participante.

Fica fácil entender, portanto, que o consórcio é mais recomendado para quem tem dificuldades de obter financiamento e não está com pressa para realizar o seu sonho de consumo. Mas, apesar das vantagens aparentes, existem casos de fraudes que não podem ser ignorados. Exatamente por isso é importante que, antes de participar de um consórcio, você procure se informar sobre a administradora.

 

Contato