Vendas de automóveis na China crescem 21,5% na comparação anual de setembro

Mercado ainda tenta se recuperar dos efeitos dos 'lockdowns' contra a covid-19; alta mensal de 2,8% em setembro foi a menor e 20 anos

Estadão Conteúdo

Getty Images

Publicidade

As vendas no varejo de automóveis de passageiros na China cresceram 21,5% em setembro em relação ao mesmo mês do ano anterior, à medida que os problemas de logística e cadeia de suprimentos se estabilizaram após o lockdown para conter a covid-19 no início deste ano.

Fabricantes e revendedores de automóveis venderam 1,92 milhão de carros no varejo, 2,8% a mais em setembro do que em agosto, segundo dados divulgados pela Associação de Carros de Passageiros na China, divulgados nesta terça-feira (11).

O crescimento de agosto a setembro foi o menor dos últimos 20 anos, disse o secretário-geral da associação, Cui Dongshu. A recuperação da baixa temporada de agosto foi menor do que a esperada e é um indicativo de fraqueza relativa no mercado, disse Cui.

Continua depois da publicidade

As fábricas de automóveis produziram 2,36 milhões de veículos de passageiros em setembro, um aumento de 37% em relação ao ano passado. Cerca de 44.000 veículos híbridos elétricos ou “plug-in” foram exportados da China no mês passado, liderados pela SAIC Motors, BYD, e Tesla China.

(Dow Jones Newswires)

Aula Gratuita

Os Princípios da Riqueza

Thiago Godoy, o Papai Financeiro, desvenda os segredos dos maiores investidores do mundo nesta aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.