Taxa de desemprego na OCDE se mantém em 4,9% em outubro

Número de pessoas desempregadas na OCDE subiu para 33,4 milhões em outubro; taxa segue abaixo de 5,0% desde julho de 2022

Estadão Conteúdo

Publicidade

A taxa de desemprego entre os membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) ficou em 4,9% em outubro, estável ante o mês anterior, informou nesta quarta-feira (13) a entidade. A taxa segue abaixo de 5,0% desde julho de 2022. Em outubro, ela aumentou em 14 países da OCDE, ficou inalterada em nove e recuou em 10.

O número de pessoas desempregadas na OCDE subiu para 33,4 milhões em outubro, no nível mais alto deste ano, diz a nota. A taxa de desemprego entre os jovens (com 15 a 24 anos) subiu para 10,9%, enquanto para aqueles com 25 anos ou mais o quadro ficou estável.

Na zona do euro, a taxa de desemprego estava em 6,5% desde fevereiro. Em outubro, ela se manteve em dez dos 17 países da zona do euro na OCDE. Por outro lado, houve quedas em Áustria, Lituânia e Grécia.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A taxa de desemprego grega ficou abaixo de 10% pela primeira vez desde agosto de 2009. Já a taxa de desemprego na Espanha, em dois dígitos, continuou a ser a maior na zona do euro.

Fora da região, a taxa de desemprego nos EUA recuou de 3,9% em setembro a 3,7% em outubro, lembra a entidade.