Ásia

Shinzo Abe anuncia que renunciará ao cargo de primeiro-ministro do Japão; índice Nikkei cai 1,41%

Renúncia ocorre por problemas de saúde; Abe voltou a sofrer de colite ulcerosa

arrow_forwardMais sobre

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, renunciou ao cargo na manhã desta sexta-feira (27). Rumores sobre a saída de Abe já corriam há semanas, após idas do líder conservador ao hospital.

O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa em Tóquio. Abe disse aos repórteres que começou a apresentar problemas de saúde em meados de julho e estava “lutando” por ela, mas considerou que já era o momento de se afastar do comando da terceira maior economia do mundo.

“Minha saúde frágil não deveria guiar à decisões políticas equivocadas”, disse. “Como eu não sou mais capaz de cumprir com as expectativas sobre o mandato do povo do Japão, eu decidi que não devo seguir na posição de primeiro-ministro. Então eu decidi me retirar”, afirmou.

PUBLICIDADE

Abe, que tem 65 anos, explicou na coletiva de imprensa que voltou a sofrer de colite ulcerosa, uma doença intestinal inflamatória crônica, que o forçou a deixar o poder em 2007.

“Vou continuar cumprindo as minhas funções até que um novo primeiro-ministro seja nomeado”, completou.

Em meio a essas notícias, em uma sessão de alta para as bolsas asiáticas em meio à repercussão do anúncio do Federal Reserve, o índice japonês Nikkei destoou e fechou em queda de 1,41%, a 22.882 pontos.

(Com Bloomberg e Agência Estado)

Regra dos 10 tiros: aprenda a fazer operações simples que podem multiplicar por até 10 vezes o capital investido. Inscreva-se!