Reino Unido anuncia novas restrições para conter Ômicron

Medidas incluem uso obrigatório de máscara, passaporte sanitário e retorno de trabalho remoto quando possível

ANSA Brasil

Publicidade

(ANSA) – O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou nesta quarta-feira (8) a introdução de novas medidas de restrições para conter a propagação da variante Ômicron.

Durante entrevista coletiva, o premiê britânico divulgou o “plano B” da estratégia do governo na luta contra a pandemia de Covid-19, o qual prevê a extensão do uso de máscaras, principalmente nos locais fechados, o retorno do trabalho remoto e a apresentação do passaporte sanitário.

Segundo Johnson, “não é possível dizer ainda se a gravidade da nova cepa é menor em relação às outras” e que, por essa razão, era melhor adotar medidas de isolamento.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O premiê britânico ressaltou que a quantidade de contágios da variante “está crescendo muito mais rápido” do que a Delta e que os casos de Ômicron podem dobrar a cada dois ou três dias.

Pelas novas medidas, a partir da próxima segunda-feira (13), os britânicos serão aconselhados a trabalhar remotamente sempre que possível, para diminuir a mobilidade. Já a obrigatoriedade das máscaras em locais fechados entra em vigor nesta sexta (10) e valerá também em cinemas, teatros.

A partir da próxima semana, também será introduzido o passaporte sanitário em eventos fechados, como festas noturnas.

Continua depois da publicidade

Por fim, Johnson afirmou que caso as doses de reforço se mostrem eficazes contra a variante, as restrições poderão voltar a ser relaxadas. A implementação do chamado “Plano B” é uma aposta do governo britânico para tentar incentivar a vacinação nacional, após ter evitado impor novas regras apesar das indicações das autoridades sanitárias.

Ele alertou também que as novas medidas vão servir para que o serviço público de saúde do país, o NHS, entenda como a nova cepa age. Segundo Johnson, apesar dos números oficiais registrarem 568 casos de Ômicron no país, os números reais devem estar próximos de 10 mil.

Hoje cedo, a farmacêutica Pfizer disse que o imunizante é capaz de proteger contra a Ômicron, desde que aplicada em três doses.