Dados do BC

Prévia do PIB do Banco Central, IBC-Br cai 0,99% em janeiro frente dezembro, pior do que o esperado

A projeção do consenso Refinitiv era uma queda de 0,25% na base mensal.

Por  Equipe InfoMoney -

O Banco Central informou na manhã desta quinta-feira (17) que seu Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), considerado um indicador prévio de desempenho do Produto Interno Bruto (PIB), teve queda de 0,99% em janeiro na comparação com dezembro.

A projeção do consenso Refinitiv era uma queda de 0,25% na base mensal.

O dado ainda é o primeiro no vermelho desde setembro do ano passado, e representa a contração mais forte desde março de 2021, quando o IBC-Br teve queda de 1,67% na base mensal.

Na comparação com janeiro de 2021, o IBC-Br registrou variação positiva de 0,01%, enquanto no acumulado em 12 meses passou a um avanço de 4,73%, de acordo com números observados.

Em 2021 a economia do Brasil recuperou-se do baque provocado pela pandemia de Covid-19 com o maior crescimento anual em 11 anos, de 4,6%. E encerrou o quarto trimestre com alta de 0,5% sobre os três meses anteriores. 

O ano de 2022 começou com vários desafios para a economia brasileira, como a variante Ômicron do coronavírus. Além disso, os juros altos associados à inflação persistente no início de 2022 tendem a restringir o consumo.

O Banco Central anunciou na véspera alta de 1,0 ponto percentual da taxa básica de juros Selic, a 11,75% ao ano, e indicou ajuste da mesma magnitude na próxima reunião apesar de destacar a incerteza sobre o atual cenário.

As incertezas para 2022 ganharam novos contornos com a invasão da Ucrânia pela Rússia, o que eleva os preços de commodities e do petróleo.

A Petrobras (PETR3;PETR4) anunciou no começo de março elevação dos preços do diesel em cerca de 25% em suas refinarias, enquanto os valores da gasolina deverão subir quase 19%, na esteira dos ganhos nas cotações do petróleo no mercado internacional em função da guerra na Ucrânia.

A pesquisa Focus realizada semanalmente pelo BC com uma centena de economistas aponta que a expectativa é de que o PIB cresça 0,49% neste ano, indo a uma expansão de 1,43% em 2023.

(com Reuters)

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe