Powell repete que Fomc continuará a proceder com cautela, avaliando o quadro a cada reunião

Presidente do Fed diz que que a inflação ainda é demasiado elevada e que progresso contínuo na sua redução não está garantido

Roberto de Lira

Presidente do Federal Reserve, Jerome Powell fala durante entrevista após reunião do Fomc (Chip Somodevilla/Getty Images)

Publicidade

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, voltou a afirmar nesta quarta-feira que o Fomc, o comitê de política monetária dos Estados Unidos, continuará a proceder com cautela, analisando os dados macroeconômicos reunião a reunião ante de anunciar sua decisão sobre juros.

Ao determinar a extensão de qualquer reforço adicional da política que possa ser apropriado para fazer a inflação regressar a 2% ao longo do tempo, o Comitê terá em conta o aperto cumulativo da política monetária, os desfasamentos com que a política monetária afeta a atividade econômica e a inflação, e os efeitos económicos e desenvolvimentos financeiros”, afirmou em seu discurso após decisão.

Ele comentou que a inflação já diminuiu de suas máximas e que isso ocorreu sem um aumento significativo do desemprego. “Isso é uma notícia muito boa. Mas a inflação ainda é demasiado elevada. O progresso contínuo na sua redução não está garantido e o caminho a seguir é incerto”, alertou.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Powell lembrou ainda que, desde o início do ano passado, o Fomc reforçou significativamente a orientação de sua política monetária, não só aumentando a taxa de juros como reduzindo as  participações em títulos a um ritmo acelerado.

“Nossas ações levaram a nossa taxa diretora para um território restritivo, o que significa que uma política restritiva está exercendo pressão descendente sobre a atividade econômica e a inflação, e é provável que todos os efeitos do nosso aperto ainda não tenham sido sentidos”, disse.

Por conta disso e dado o quão longe o Fomc chegou, juntamente com as incertezas e os riscos que estão sendo enfrentados, o Comitê vai continuar a proceder com cautela, repetiu Powell. “Tomaremos decisões sobre a extensão de qualquer reforço adicional da política e por quanto tempo a política permanecerá restritiva com base na totalidade dos dados recebidos, na evolução das perspectivas e no equilíbrio dos riscos”, afirmou.

Continua depois da publicidade