PMI industrial dos EUA calculado pelo ISM sobe para 47,4 em dezembro, acima do esperado

Mesmo com a alta, indicador permaneceu pelo 14º mês seguido no campo da contração, abaixo de 50,0

Roberto de Lira

(Shutterstock)

Publicidade

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da indústria dos Estados Unidos subiu de 46,7 em novembro para 47,4 em dezembro, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (3) pelo Instituto para Gestão da Oferta (ISM, na sigla em inglês). Com isso, o indicador permaneceu pelo 14º mês seguido no campo da contração, abaixo de 50,0.

O índice veio acima do esperado pelo consenso Refinitiv de analistas, que previa um PMI de 47,1.

O ISM comentou em nota que o índice de novas encomendas também permaneceu em território de contração, em 47,1, uma queda de 1,2 ponto percentual ante o valor de 48,3 registado em novembro.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Já a leitura do índice de produção subiu 1,8 ponto na mesma comparação, para 50,3. O índice de preços ficou em 45,2 em dezembro, uma queda de 4,7 pontos ante a leitura de 49,9 de novembro.

O índice de encomendas subiu 6 pontos percentuais, para 45,3, e o índice de emprego foi de 48,1, uma alta de 2,3 pontos percentuais ante os 45,8 de novembro.

Para o ISM, os dados mostram que o setor industrial dos EUA continuou em contração, mas a um ritmo ligeiramente mais lento em dezembro em comparação com novembro. As empresas ainda estão gerenciando os resultados de forma adequada, à medida que a suavização dos pedidos continua.

Continua depois da publicidade

Timothy Fiore, responsável pela pesquisa do PMI industrial no instituto destacou que nenhuma das seis maiores indústrias transformadoras dos EUA registou crescimento em dezembro. “A demanda permanece fraca e a produção está estável em comparação com novembro, à medida que as empresas continuam a gerenciar os fatores de produção e os custos laborais”, comentou.

PMI industrial dos EUA calculado pelo ISM sobe para 47,4 em dezembro, acima do esperado

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da indústria dos Estados Unidos subiu de 46,7 em novembro para 47,4 em dezembro, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (3) pelo Instituto para Gestão da Oferta (ISM, na sigla em inglês). Com isso, o indicador  permaneceu pelo 14º mês seguido no campo da contração, abaixo de 50,0.

O índice veio acima do esperado pelo consenso Refinitiv de analistas, que previa um PMI de 47,1.

O ISM comentou em nota que o índice de novas encomendas também permaneceu em território de contração, em 47,1, uma queda de 1,2 ponto percentual ante o valor de 48,3 registado em novembro.

Já a leitura do índice de produção subiu 1,8 ponto na mesma comparação, para 50,3. O índice de preços ficou em 45,2 em dezembro, uma queda de 4,7 pontos ante a leitura de 49,9 de novembro.

O índice de encomendas subiu 6 pontos percentuais, para 45,3, e o índice de emprego foi de 48,1, uma alta de 2,3 pontos percentuais ante os 45,8 de novembro.

Para o ISM, os dados mostram que o setor industrial dos EUA continuou em contração, mas a um ritmo ligeiramente mais lento em dezembro em comparação com novembro. As empresas ainda estão gerenciando os resultados de forma adequada, à medida que a suavização dos pedidos continua.

Timothy Fiore, responsável pela pesquisa do PMI industrial no instituto destacou que nenhuma das seis maiores indústrias transformadoras dos EUA registou crescimento em dezembro. “A demanda permanece fraca e a produção está estável em comparação com novembro, à medida que as empresas continuam a gerenciar os fatores de produção e os custos laborais”, comentou.