PMI de serviços na China tem ligeiro recuo em fevereiro ante janeiro

Com o dado de serviços quase estável, o índice composto, que faz uma ponderação com o PMI industrial, se manteve em fevereiro nos mesmos 52,5 de janeiro

Roberto de Lira

(Shutterstock)

Publicidade

O índice de gerente de compras (PMI, na sigla em inglês) da atividade de serviços na China caiu de 52,7 em janeiro para 52,5 em fevereiro, informou nesta terça-feira (5) a S&P Global, em pesquisa realizada em parceria com o Caixin Group. Embora tenha recuado, o indicador se manteve acima da linha de 50,0, que separa a contração da expansão da atividade, pelo 14º mês consecutivo.

No entanto, a taxa de expansão foi a mais suave registrada desde novembro e a recuperação também ficou abaixo da média de longo prazo para a série.

Com o dado de serviços quase estável, o índice composto, que faz uma ponderação com o PMI industrial, se manteve em fevereiro nos mesmos 52,5 de janeiro.

Continua depois da publicidade

O crescimento de novos pedidos pouco mudou em relação a janeiro e permaneceu mais lento do que a média observada em 2023 como um todo. Em contrapartida, as empresas de serviços registaram um aumento sólido e acelerado de novos pedidos vindo do exterior.

Para Wang Zhe, economista sênior do Caixin Insight Group, a oferta e a procura continuaram a se expandir em fevereiro a um ritmo semelhante ao do mês anterior, face à recuperação do mercado.

“As exportações de serviços aumentaram pelo sexto mês consecutivo, com o indicador correspondente atingindo o valor mais elevado desde junho”, disse.

Ele acrescentou que o mercado de trabalho encolheu em fevereiro, uma vez que algumas empresas pesquisadas adotaram uma abordagem mais cautelosa nas contratações, uma vez que as expectativa de negócios estavam piores.

Aula Gratuita

Os Princípios da Riqueza

Thiago Godoy, o Papai Financeiro, desvenda os segredos dos maiores investidores do mundo nesta aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.