PMI de serviços dos EUA sobe para 51,3 em dezembro, o mais alto desde julho

PMI da indústria teve nova queda, para 48,2 no mês; índice composto teve alta modesta, de 50,7 para 51,0 em dezembro

Roberto de Lira

Publicidade

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor de serviços nos Estados Unidos subiu de 50,8 em novembro para 51,3 em dezembro, segundo dados preliminares divulgados nesta sexta-feira (15) pela S&P Global. Com isso, o indicador atingiu seu patamar mais alto em cinco meses, superando também a mediana das projeções do consenso Refinitiv, que estimava alta para 50,6.

O PMI industrial, no entanto, encolheu de 49,4 em novembro para 48,2 em dezembro, acumulando assim dois meses de piora e sinalizando uma deterioração mais acentuada nas condições operacionais em todo o setor produtor de bens.

Segundo a S&P Global, contribuíram para o valor global abaixo de 50,0 as contrações na produção, nas novas encomendas, no emprego e nos estoques do setor, embora tenha havido uma melhora no desempenho dos fornecedores, o que sinaliza capacidade não utilizada.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Com os dois indicadores, o PMI composto subiu de 50,7 para 51,0 em um mês. Embora modesta, o nível é o mais alto desde julho.