PMI da indústria nos EUA em janeiro é o mais alto desde setembro de 2022

Índice de gerentes de compras industrial avançou de 47,9 em dezembro para 50,7 em janeiro e interrompeu uma sequência de dois meses de declínio

Roberto de Lira

Publicidade

O Índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial dos Estados Unidos avançou de 47,9 em dezembro para 50,7 em janeiro, interrompendo assim  uma sequência de dois meses de declínio e atingindo o melhor patamar desde setembro de 2022, conforme dados da pesquisa da S&P Global divulgada nesta quinta-feira (1).

O impulso no mês foi atribuído à expansão renovada de novas encomendas nas empresas industriais no início do ano. A melhoria das condições da demanda centrou-se no mercado interno, uma vez que as novas encomendas de exportação caíram pela 19ª vez nos últimos 20 meses.

Chris Williamson, economista chefe de negócios da S&P Global Market Intelligence, comentou em nota que as fábricas também mostram sinais de reabastecimento, com algumas empresas comprando mais insumos para apoiar sua produção nos próximos meses.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

“As notícias mais positivas são atenuadas por sinais de aumento dos custos de fabricação, devido a atrasos no fornecimento, com entregas mais caras frequentemente associadas a condições meteorológicas adversas e recentes perturbações no transporte marítimo global”, ponderou.

Estes custos mais elevados estão refletindo no aumento dos preços cobrados pelos bens por parte das indústrias, que aumentaram em janeiro ao ritmo mais rápido desde abril passado. “Poderá, portanto, surgir alguma nova pressão ascendente sobre os preços no consumidor nos próximos meses, se estas tendências inflacionárias ligadas à oferta persistirem.”​