PIB da Argentina cai 0,8% no 3º trimestre ante 2022

Economia local cresce 2,7% ante o segundo trimestre; exportação de bens e serviços teve queda real de 4,8%

Roberto de Lira

Bandeiras da Argentina

Publicidade

O produto interno bruto (PIB) da Argentina cresceu 2,7% no terceiro trimestre ante o trimestre anterior, mas mostrou queda de 0,8% ante o mesmo período do ano passado, segundo dados preliminares e com ajustes sazonais divulgados nesta sexta-feira (15) pelo Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec). No acumulado do ano, a queda é de 1,6%.

No segundo trimestre a economia argentina havia caído 2,7% ante o trimestre anterior e 5% ante o mesmo período de 2022.

A oferta global teve variação nula 0,0% no 3º trimestre, com a queda de 0,8% no PIB e a alta de 2,6% nas importações de bens e serviços.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Pelo lado da demanda global foi observado no terceiro trimestre um incremento de 0,8% na formação brutal de capital fixo, uma queda real de 4,8% nas exportações de bens e serviços, enquanto o consumo privado cresceu 0,3% e o consumo público aumentou 1,8%.