Petrobras (PETR4) bate recorde de pedidos de depósito de patente no INPI pelo 2º ano

A estatal vem conquistando posições nesse ranking: passou do 5º lugar, em 2019, para o 2º, em 2020 e, desde o ano passado, lidera os pedido

Estadão Conteúdo

Fachada da sede da Petrobras, no Rio de Janeiro (FOTO ANDRÉ MOTTA DE SOUZA/AGÊNCIA PETROBRAS)

Publicidade

Pelo segundo ano consecutivo, a Petrobras (PETR3;PETR4) bateu o recorde de pedidos de depósito de patentes junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), com 128 novos pedidos depositados até o dia 30/12, superando os 119 depósitos de 2021, informou a estatal.

Com essa marca, a empresa mantém a posição de liderança entre depositantes nacionais: empresas, universidades e Institutos de Ciência e Tecnologia. A Petrobras vem conquistando posições nesse ranking: passou do 5º lugar, em 2019, para o 2º, em 2020 e, desde o ano passado, lidera os pedidos de patente.

“A Petrobras é uma das maiores agregadoras do ecossistema de inovação em energia do País. Por meio do Cenpes (Centro de Pesquisa), e do nosso pessoal altamente capacitado, desenvolvemos tecnologias e firmamos parcerias com as principais instituições científicas e empresas de base tecnológica no Brasil e no exterior”, afirma o diretor de Transformação Digital e Inovação, Paulo Palaia.

Continua depois da publicidade

Segundo ele, que assumiu a pasta em setembro do ano passado, essas parcerias “são fundamentais para antecipar soluções, superar desafios e inovar, gerando os melhores resultados para o negócio”, completou.

A Petrobras é a empresa brasileira que mantém mais patentes ativas, com 1.100 depósitos no País. A maioria dos projetos relacionados aos 128 pedidos de 2022 foi desenvolvida para atender demandas de exploração e produção, refino, gás e energia, renováveis e projetos de desenvolvimento sustentável, como descarbonização e redução de emissões.

O Plano Estratégico da Petrobras 2023-2027 prevê investimentos da ordem de US$ 2,1 bilhões em transformação digital e inovação e a meta de superar o número de 1.200 patentes ativas no Brasil em 2025.

Inovação

A Petrobras foi também a grande vencedora do Prêmio ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) de Inovação 2022. A empresa ficou em primeiro lugar em quatro das cinco categorias e finalista com 13 projetos em parceria com universidades, instituições de pesquisa e outras empresas.

O prêmio reconhece os resultados associados a projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), que representem tecnologias de interesse do setor de Petróleo, Gás Natural, Biocombustíveis, Petroquímica, Energias Renováveis, Transição Energética e Descarbonização.

Aula Gratuita

Os Princípios da Riqueza

Thiago Godoy, o Papai Financeiro, desvenda os segredos dos maiores investidores do mundo nesta aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.