Na Alemanha, índice Ifo de sentimento das empresas sobe a 86,3 em novembro

Empresas estão menos satisfeitas com seus negócios atuais, mas pessimismo em relação aos próximos meses diminuiu

Roberto de Lira

Publicidade

O índice de sentimento das empresas da Alemanha se recuperou e subiu de 84,3 em outubro para 86,3 em novembro, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira (24) pelo instituto alemão Ifo.

Em sua pesquisa, o instituto apurou que as empresas estão um pouco menos satisfeitas com seus negócios atuais – o indicador de clima da situação presente teve recuo de 94,2 para 93,1 entre outubro e novembro. Mas o pessimismo em relação aos próximos meses diminuiu, com o índice de expectativas avançando de 75,9 para 80,0, na mesma comparação.

O diagnóstico é que a recessão pode ser menos severa do que muitos esperavam.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O Ifo ainda captou que número de novos pedidos à indústria caiu e que a incerteza sobre o futuro desenvolvimento de negócios permaneça alta, embora tenha cedido um pouco no mês. Um alerta é que, nas indústrias de uso intensivo de energia, o grau de incerteza aumentou.

No setor de serviços, o clima de negócios melhorou acentuadamente, de -8,5 para -5,4. Os provedores de serviços estavam menos pessimistas sobre os próximos meses, mas mais infelizes com seus negócios atuais.

No comércio, as empresas avaliaram sua situação atual como um pouco melhor. Suas expectativas eram visivelmente maiores. No entanto, cerca de uma em cada duas empresas ainda está pessimista sobre os próximos seis meses.

Continua depois da publicidade

Na construção, o clima de negócios também melhorou. As empresas avaliaram sua situação atual como decididamente melhor.