IPCA-15 acelera para 0,78% em fevereiro, puxado por preços da educação

O dado veio abaixo do esperado pelo consenso LSEG de analistas, que era de inflação mensal de 0,82%; o grupo Educação teve alta de 5,07% no mês, puxado pelos cursos regulares, que subiram 6,13%

Roberto de Lira

Publicidade

O IPCA-15, prévia da inflação oficial do país, voltou a acelerar no mês de fevereiro e subiu 0,78% na comparação com janeiro, informou nesta terça-feira (27) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês anterior, o indicador tinha ficado em 0,31%. O dado de fevereiro veio abaixo do esperado pelo consenso LSEG de analistas, que era de inflação mensal de 0,82%.

No ano, o índice acumula alta de 1,09% e nos últimos 12 meses, de 4,49%, acima dos 4,47% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em fevereiro de 2023, o IPCA-15 foi de 0,76%.

Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados pelo IBGE, oito registraram alta em fevereiro. O resultado foi, em grande parte, influenciado pelo grupo Educação, com alta de 5,07% e impacto de 0,30 ponto percentual no índice geral. O grupo foi puxado pelos cursos regulares, que tiveram alta de 6,13%.

Continua depois da publicidade

Outros grupos com destaque foram o de Alimentação e bebidas, com alta de 0,97% e impacto de 0,20 p.p. no indicador, e de Saúde e cuidados pessoais (0,76% e 0,10 p.p.).

A exceção ficou com o grupo Vestuário, que registrou queda em fevereiro, com variação de -0,39% e impacto de -0,02 p.p no índice geral.

Aula Gratuita

Os Princípios da Riqueza

Thiago Godoy, o Papai Financeiro, desvenda os segredos dos maiores investidores do mundo nesta aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.