IPC-Fipe sobe 0,38% em dezembro e inflação paulistana fecha o ano em 3,15%

No mês passado, quatro dos sete componentes do IPC-Fipe perderam força: Transportes, Despesas Pessoais, Vestuário e Educação

Estadão Conteúdo

Preços da Habitação em São Paulo foram um dos destaques entre as altas no período (Diogo Moreira/MáquinaCW)

Publicidade

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,38% em dezembro, desacelerando em relação ao avanço de 0,43% de novembro, segundo dados publicados nesta sexta-feira (5) pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

O resultado de dezembro ficou abaixo do piso das estimativas de instituições de mercado consultadas pelo Projeções Broadcast, que variavam de altas de 0,50% a 0,55%.

Ao longo de 2023, o IPC-Fipe acumulou inflação de 3,15%, abaixo dos 7,32% de 2022. A taxa anual também ficou abaixo das expectativas, que iam de 3,27% a 3,32%.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Apenas no mês passado, quatro dos sete componentes do IPC-Fipe perderam força: Transportes (de 0,02% em novembro a -1,15% em dezembro), Despesas Pessoais (de 0,78% a 0,56%), Vestuário (de -0,08% a -0,20%) e Educação (de 0,04% a 0,02%).

Por outro lado, houve aceleração nas categorias Habitação (de -0,01% em novembro a 0,12% em dezembro), Alimentação (de 1,17% a 1,64%) e Saúde (de 0,79% a 0,87%).