Investimento Direto no País soma US$ 4,483 bilhões em maio, mostra BC

O resultado ficou dentro das estimativas apuradas pelo Projeções Broadcast, que iam de US$ 2 bilhões a US$ 5,5 bilhões, mas acima da mediana

Estadão Conteúdo

(Getty Images)

Publicidade

Os Investimentos Diretos no País (IDP) somaram US$ 4,483 bilhões em maio, informou nesta sexta-feira, 26, o Banco Central. No mesmo período do ano passado, o montante havia sido de US$ 2,233 bilhões.

O resultado ficou dentro das estimativas apuradas pelo Projeções Broadcast, que iam de US$ 2,000 bilhões a US$ 5,500 bilhões, mas acima da mediana de US$ 3,000 bilhões.

Apesar da nova atualização, as estatísticas do setor externo continuam defasadas devido à greve dos servidores do BC, encerrada no início de julho. Neste momento, normalmente, os dados de julho já estariam disponíveis.

Continua depois da publicidade

Acumulados

No acumulado do ano até maio, o ingresso de investimentos estrangeiros destinados ao setor produtivo somou US$ 39,710 bilhões. A estimativa do BC para este ano é de IDP de US$ 55 bilhões. A projeção foi mantida no Relatório Trimestral de Inflação (RTI) de junho.

No acumulado dos 12 meses até maio deste ano, o saldo de investimento estrangeiro ficou em US$ 60,021 bilhões, o que representa 3,45% do Produto Interno Bruto (PIB).

Continua depois da publicidade

Investimento em ações

O investimento estrangeiro em ações brasileiras ficou negativo em US$ 3,452 bilhões em maio, informou o Banco Central. Em igual mês do ano passado, o resultado havia sido positivo em US$ 2,155 bilhões. No acumulado do ano até maio, o saldo ficou positivo em US$ 7,231 bilhões.

Já o investimento líquido em fundos de investimentos no Brasil ficou positivo em US$ 267 milhões em maio. No mesmo mês do ano passado, ele havia sido positivo em US$ 217 milhões. No acumulado do ano até maio, os fundos registram saídas líquidas de US$ 735 milhões.

Continua depois da publicidade

O saldo de investimento estrangeiro em títulos de renda fixa negociados no País ficou negativo em US$ 702 milhões em maio. No mesmo mês do ano passado, havia ficado positivo em US$ 3,090 bilhões. No acumulado de 2022 até maio, o saldo em renda fixa ficou negativo em US$ 10,605 bilhões.

Taxa de rolagem

O Banco Central informou também que a taxa de rolagem de empréstimos de médio e longo prazos captados no exterior ficou em 88% em maio. Esse patamar significa que não houve captação de valor em quantidade suficiente para rolar compromissos das empresas no período. O resultado ficou acima do verificado no quinto mês do ano passado, quando a taxa havia sido de 85%.

Continua depois da publicidade

De acordo com os números apresentados nesta sexta pelo BC, a taxa de rolagem dos títulos de longo prazo ficou em 100% em maio. Em igual mês de 2021, havia sido de 70%. Já os empréstimos diretos atingiram 87% no quinto mês do ano, ante 103% de maio de 2021.

No acumulado do ano até maio, a taxa de rolagem total ficou em 107%. Os títulos de longo prazo tiveram taxa de 32% e os empréstimos diretos, de 129% no período.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.