Estados Unidos

Inflação ao consumidor nos EUA sobe 7% em dezembro na base anual, maior alta desde 1982

Economistas consultados pela Reuters previam acréscimo de 0,4% para o índice na margem e de 7% na comparação anual. 

Por  Equipe InfoMoney -

O índice de preços ao consumidor (CPI) dos EUA avançou 0,5% em dezembro, informou o Departamento do Trabalho nesta quarta-feira (12). Na comparação anual, o índice teve variação de 7%, no maior avanço desde 1982.

Economistas consultados pela Reuters previam acréscimo de 0,4% para o índice na margem e de 7% na comparação anual.

Já o chamado núcleo da inflação, que exclui componentes voláteis de alimentos e energia, avançou 0,6% na comparação mensal e 5,5% na base anual, levemente acima do esperado. A estimativa dos economistas era de acréscimo de 0,5% frente novembro e de 5,4% frente igual período de 2020.

O indicador é importante para definir os próximos passos do Federal Reserve sobre a redução do programa de compra de títulos e ajuste na taxa de juros.

Gastos com habitação são destaque na inflação americana

Foi destaque em 2021 os maiores custos com habitação – como água, energia e condomínio – que representam cerca de um terço do total do índice. Os gastos com esse setor avançaram 0,4% em dezembro, somando alta de 4,1% no ano.

Apesar de os gastos com energia terem recuado 0,4% no último mês, a alta acumulada ao longo dos doze meses foi de 29,3%. O preço da gasolina no país avançou 49,6% em 2021, e o do diesel, 41%.

Além disso, a alta do preço de veículos, motivada em grande parte pela crise dos chips semicondutores, também chama a atenção. O valor dos carros usados avançou 3,5% apenas em dezembro, somando 37,3% no ano. O preço de novos veículos subiu 1% em dezembro e 11,8% no ano.

No ano, o preço da comida avançou 6,3% e os gastos com serviços, 3,7%

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui!

Compartilhe