Inflação ao consumidor (CPI) na Alemanha se mantém em 2,2% em abril

Na comparação mensal, a inflação alemã se situou em 0,5%, ligeiramente acima dos 0,4% verificados um mês antes; núcleo da inflação anualizado ficou em 3,0% em abril

Roberto de Lira

Rua comercial de Konstanz, na Alemanha (Reuters/Arnd Wiegmann)

Publicidade

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da Alemanha permaneceu em 2,2% em abril em termos anualizados, a mês a taxa de variação observada em março. Na comparação mensal, a inflação alemã se situou em 0,5%, ligeiramente acima dos 0,4% verificados um mês antes. Os dados finais, que vieram em linha com as projeções, foram divulgados nesta terça-feira pelo Destatis, o departamento de estatísticas do país.

“A taxa de inflação está abaixo de 3% desde o início do ano. Os preços da energia e dos alimentos, em particular, tiveram um efeito atenuante sobre a taxa de inflação desde janeiro de 2024”, afirmou em nota Ruth Brand, presidente do serviço federal de estatísticas.

Baixe uma lista de 11 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Continua depois da publicidade

Ainda segundo ela, o núcleo da inflação – medida que exclui as variações de alimentos e de energia – tem sido superior à inflação geral desde o início do ano. Essa taxa ficou em 3,0%, ante 3,3% em março e 3,4% em janeiro e fevereiro.

Os preços dos alimentos subiram 0,5% em abril de 2024 em comparação com o mesmo mês do ano anterior, após terem registrado uma queda de 0,7% em março.

Já os preços da energia continuaram a diminuir em termos homólogos em abril de 2024 (-1,2%), mas a descida foi menos pronunciada que a observada em março (-2,7%).