Inflação ao consumidor anual da OCDE desacelera pelo 3º mês seguido em novembro

O núcleo do CPI, que exclui os preços de energia e de alimento, recuou de 6,5% em outubro para 6,3% em novembro, o menor nível desde abril de 2022

Estadão Conteúdo

Publicidade

A taxa anual de inflação ao consumidor (CPI, pela sigla em inglês) dos países que integram a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) desacelerou pelo terceiro mês seguido em novembro de 2023, para 5,4%. Em outubro, havia ficado em 5,6%.

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira (11), a OCDE detalhou que o CPI perdeu força entre outubro e novembro em 28 de seus 38 países membros.

O núcleo do CPI – leitura que exclui as voláteis categorias de energia e de alimentos – arrefeceu de 6,5% em outubro para 6,3% em novembro, atingindo o menor nível desde abril de 2022.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Já no G20, grupo que reúne as 20 maiores economia do mundo, a taxa anual do CPI acelerou levemente entre outubro e novembro, de 5,7% para 5,8%, informou a OCDE.