Índice de Commodities do BC cai 1,56% em fevereiro ante janeiro

Queda do IC-Br foi puxada pelo componente de Energia, com redução de 9,25%, e pelo segmento de Metal, que teve baixa de 4,35%

Estadão Conteúdo

Publicidade

O Índice de Commodities do Banco Central (IC-Br) registrou nova queda em fevereiro, informou o órgão nesta quarta-feira (8). Segundo o BC, o recuo foi de 1,56% no mês passado, após redução de 2,58% em janeiro. Em pontos, a variação foi de 380,67 para 374,72.

Em 12 meses, a queda do IC-Br é de 7,62%. O indicador fechou o ano de 2022 com recuo de 1,56%, sem compensar totalmente a alta de 50,72% em 2021.

Para efeito de comparação, o BC também divulga em seu documento o indicador internacional de commodities, o CRB, que caiu 1,15% em fevereiro e tem recuo de 7,85% em 12 meses.

Continua depois da publicidade

A queda do IC-Br na margem em fevereiro foi puxada pelo componente de Energia, com redução de 9,25%, e pelo segmento de Metal, que teve baixa de 4,35% no mês. Já as commodities agropecuárias subiram 1,97%.

Em Agropecuária estão incluídos itens como carne de boi, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz e carne de porco. Já o segmento de Metal reúne alumínio, minério de ferro, cobre, estanho, zinco, chumbo e níquel. Por sua vez, em Energia estão os preços de gás natural, carvão e petróleo.

Em 12 meses, todos os componentes do IC-Br registraram resultado negativo. A maior queda foi do segmento de Metal, de 21,47%, seguido por Energia (-15,05%) e Agropecuária (-0,61%).

Aula Gratuita

Os Princípios da Riqueza

Thiago Godoy, o Papai Financeiro, desvenda os segredos dos maiores investidores do mundo nesta aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.