Incêndios florestais queimam em todo Canadá com pouco alívio à vista

Cerca de 3,8 milhões de hectares já foram queimados, aproximadamente 15 vezes a média de 10 anos

Reuters

Bombeiro contendo incêndio (Foto: Getty Images)

Publicidade

(Reuters) – Incêndios florestais continuavam a queimar em todo o Canadá nesta quinta-feira, enquanto o país enfrentava o pior início de temporada de incêndios florestais de todos os tempos, forçando milhares de pessoas a deixarem suas casas e enviando uma névoa de fumaça para as cidades dos Estados Unidos.

Cerca de 3,8 milhões de hectares já foram queimados, aproximadamente 15 vezes a média de 10 anos, de acordo com o Ministro Federal de Preparação para Emergências, Bill Blair. Espera-se que as condições quentes e secas persistam nos próximos meses.

Embora os incêndios florestais sejam comuns no Canadá, não é comum que os incêndios ocorram simultaneamente no leste e no oeste, o que sobrecarrega os recursos de combate a incêndios e força o governo canadense a enviar os militares para ajudar. Centenas de bombeiros dos EUA chegaram ao Canadá para ajudar e outros estavam a caminho.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, culpou a mudança climática. “Esses incêndios estão afetando as rotinas diárias, vidas e meios de subsistência, e nossa qualidade do ar”, disse Trudeau no Twitter.

Alguns dos piores incêndios surgiram na província de Quebec, no leste do país, e mais de 11.000 pessoas tiveram que deixar suas casas.

A temporada de incêndios florestais começou fora de época em Alberta no mês passado e queimou uma área recorde, e a Nova Escócia continua a combater o maior incêndio de sua história,

Continua depois da publicidade

Em partes da província da Colúmbia Britânica, no Pacífico, que está enfrentando o segundo maior incêndio florestal já registrado, a previsão era de que as temperaturas atingissem 33 graus Celsius nesta quinta-feira, antes da chegada de tempestades e chuvas fortes na sexta-feira.

Rob Schweitzer, diretor executivo da BC Wildfire, disse que os raios poderiam provocar mais incêndios em florestas secas e o resultado depende da quantidade de precipitação que venha com as tempestades.

“Quando 150 ou 200 raios atingem a província em um dia, é impossível ter recursos suficientes para suprimir todos eles”, disse ele.

Os incêndios florestais diminuíram em Alberta, o centro do setor de petróleo e gás do Canadá, mas mais de 3.000 pessoas continuam sob ordens de retirada e avisos de calor estão em vigor no sul da província.

O site de previsão de fumaça BlueSky Canada mostrou a fumaça de incêndios florestais se espalhando por grande parte do país na quinta-feira. A fumaça deve se intensificar em Ottawa, Toronto, Cleveland e Pittsburgh e permanecer densa em outras cidades ao longo da costa leste dos Estados Unidos, incluindo Nova York.