Inflação

IGP-M desacelera alta a 1,41% em abril, diz FGV

O IGP-M calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

Por  Equipe InfoMoney -

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) registrou alta de 1,41% em abril, depois de subir 1,74% no mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

O dado veio praticamente em linha com expectativa em pesquisa da Reuters com analistas de avanço de 1,70%.

O IGP-M calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

Segundo Luca Mercadante, economista da Rio Bravo, o IPA foi o grande causador da surpresa positiva vista no IGP-M. Os preços no atacado desaceleraram a 1,45%, puxados especialmente por produtos agrícolas.

Ainda assim, os preços ao produtor continuam pressionados, sinalizando que pode haver mais repasses para o consumidor à frente. O IPC e o INCC continuaram a acelerar. Para o consumidor, alimentos e transportes são os principais contribuintes negativos, assim como no IPCA. Para a construção, materiais representam a maior parte de alta.

(com Reuters)

Compartilhe
Mais sobre