Emprego

Governo prorroga prazos de suspensão de contratos e redução de jornada

O decreto permite que a suspensão do contrato e a redução de salários e jornada se estendam por até 120 dias

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes
(Crédito: Edu Andrade/Ascom/ME)

SÃO PAULO – Nesta terça-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro editou o decreto que prorroga o período em que as empresas poderão suspender contratos de trabalho e reduzir jornadas e salários dos funcionários. As duas medidas passam a ter prazo máximo de 120 dias.

O decreto Nº10.422 foi publicado na edição desta terça-feira do Diário Oficial da União (DOU) e conta com as assinaturas do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes,

“Este decreto prorroga os prazos para celebrar os acordos de redução proporcional de jornada e de salário e de suspensão temporária do contrato de trabalho e para efetuar o pagamento dos benefícios emergenciais de que trata a Lei nº 14.020, de 6 de julho de 2020”, diz o texto publicado no Diário Oficial da União.

PUBLICIDADE

A medida provisória inicial, que foi sancionada e transformada em lei, previa a suspensão dos contratos de trabalho por até dois meses e a redução da jornada e de salários em até 70% por até três meses. Com o decreto de hoje, a redução passa a valer por quatro meses em vez de três e a suspensão de contratos, que valia por dois meses, é ampliada para quatro.

“A justificativa é que a ampliação do tempo prevista na Lei nº 14.020, de 6 de julho de 2020, irá permitir que empresas tenham tempo hábil para se reestruturar, preservando, assim, diversos postos de trabalho”, afirma o comunicado da Secretaria-Geral da Presidência da República.

O decreto determina ainda que o trabalhador que tiver contrato de trabalho intermitente, formalizado até 1º de abril – data em que foi editada a Medida Provisória 936 que permitiu a redução de salário e jornada e a suspensão dos contratos – terá direito a receber por um quarto mês o auxílio emergencial de 600 reais, dado pelo Governo Federal durante a pandemia.

Receba o Barômetro do Poder e tenha acesso exclusivo às expectativas dos principais analistas de risco político do país
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.