Novo acordo

FMI e Argentina selam acordo sobre projeto para refinanciar dívida de US$ 45 bilhões

O refinanciamento será feito por meio de um Mecanismo de Financiamento Estendido de 30 meses, disse o FMI

Por  Estadão Conteúdo -

Argentina e Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciaram nesta quinta-feira, 3, que chegaram a um acordo para o projeto de refinanciamento da dívida de US$ 45 bilhões do país com a entidade.

O refinanciamento será feito por meio de um Mecanismo de Financiamento Estendido de 30 meses, disse o FMI, e cujo projeto será enviado ainda hoje ao Congresso argentino, afirmou o Ministério da Economia local.

O novo acordo permite ao governo da Argentina refinanciar seus compromissos assumidos no projeto Stand By, acordado em 2018 e cujos vencimentos terminavam entre 2022 e 2023, ressaltou o ministério.

“Os funcionários do FMI e as autoridades argentinas chegaram a um programa pragmático e realista, com políticas econômicas críveis para fortalecer a estabilidade macroeconômica e enfrentar os desafios profundamente enraizados da Argentina ao crescimento sustentável”, disse o FMI em comunicado.

Além da apreciação do Congresso argentino, o projeto passará depois por avaliação do Comitê Executivo do Fundo.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe