Fluxo cambial total em 2023 ficou positivo em US$ 11,431 bilhões, afirma BC

No acumulado do ano, o canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 37,649 bilhões, com aportes de US$ 600,492 bilhões e retiradas de US$ 638,141 bilhões

Estadão Conteúdo

Publicidade

O Brasil registrou fluxo cambial positivo de US$ 11,431 bilhões em 2023, informou o Banco Central nesta quinta-feira (4). Em 2022, o resultado foi negativo em US$ 3,233 bilhões.

No acumulado de 2023, o canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 37,649 bilhões. Isso é o resultado de aportes no valor de US$ 600,492 bilhões e retiradas no total de US$ 638,141 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo em 2023 foi positivo em US$ 49,080 bilhões, com importações de US$ 232,413 bilhões e exportações de US$ 281,492 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 31,440 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 64,617 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 185,436 bilhões em outras entradas.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Dezembro

Especificamente em dezembro, o Brasil registrou fluxo cambial negativo de US$ 13,057 bilhões, segundo dados preliminares divulgados pelo BC. Em novembro, houve entrada líquida de US$ 320 milhões.

Com a entrada em vigor da nova lei cambial, operações menores têm até o dia 5 do mês subsequente para serem informadas ao BC. Por isso, a estatística mensal final do fluxo cambial é publicada na terceira semana do mês seguinte.

Em dezembro, o canal financeiro apresentou saída líquida de US$ 14,232 bilhões. Isso é o resultado de compras no valor de US$ 62,448 bilhões e vendas no total de US$ 76,680 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

Continua depois da publicidade

No comércio exterior, o saldo do mês foi positivo em US$ 1,175 bilhão, com importações de US$ 20,234 bilhões e exportações de US$ 21,409 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,796 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 4,307 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 15,305 bilhões em outras entradas.