Estoque de crédito no Brasil sobe 1,2% em março, diz BC

Saldo de crédito livre para pessoas jurídicas atingiu R$ 1,5 trilhão no mês, com altas de 3,0% tanto no mês quanto em doze meses; para as pessoas físicas, cresceu 0,4% no mês e 8,2% em 12 meses

Equipe InfoMoney

Sede do BC, em Brasília (Foto: Adriano Machado/REUTERS)
Sede do BC, em Brasília (Foto: Adriano Machado/REUTERS)

Publicidade


O saldo das operações de crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) totalizou R$ 5,9 trilhões em março, subindo 1,2% sobre o mês anterior, divulgou o Banco Central nesta sexta-feira (3). As concessões de empréstimos 12,2% em março na comparação com fevereiro.

O saldo de crédito livre para pessoas jurídicas atingiu R$ 1,5 trilhão no mês, com altas de 3,0% tanto no mês quanto em doze meses. 

O saldo para as pessoas físicas cresceu 0,4% no mês e 8,2% em doze meses, com destaque para os incrementos nas carteiras de financiamento para a aquisição de veículos (+1,5%), crédito pessoal não consignado (+1,4%) e consignado para beneficiários do INSS (+1,2%).

Continua depois da publicidade

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

Segundo o BC, o crescimento observado na carteira de crédito livre às famílias concentrou-se nas modalidades não rotativas, com altas de 0,8% no mês e de 9,0% em doze meses.

No mês, a inadimplência no segmento de recursos livres ficou em 4,5% e o spread bancário no mesmo segmento foi de 30,1 pontos percentuais.

Continua depois da publicidade

(Com Reuters)