Turismo

Espanha reabre fronteira para brasileiros vacinados; CoronaVac está na lista de imunizantes aceitos

Para entrar no país, é necessário apresentar certificado de vacinação com mínimo de 14 dias da última dose, em espanhol, inglês, francês ou alemão

SÃO PAULO – O Escritório de Turismo da Espanha anunciou que vai permitir a entrada de brasileiros totalmente vacinados a partir desta terça-feira (24).

Os turistas terão que apresentar um comprovante de vacinação com algum dos imunizantes aprovados na União Europeia ou pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Isso inclui as vacinas da Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen, Sinopharm e a CoronaVac, produzida no Brasil pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

Além de turistas vacinados, são aceitos titulares de visto de longa duração; pessoal de transporte, marinheiros ou funcionários de transporte aéreo; pessoal diplomático e consular, de organizações internacionais, militares, da proteção civil e membros de organizações humanitárias, no exercício das suas funções.

Leia também:
Alemanha abre fronteira para brasileiros vacinados; CoronaVac está sob análise

Pessoas que comprovem documentalmente motivos de força maior ou necessidade, ou cuja entrada seja permitida por motivos humanitários, também estão permitidos.

Para entrar no país, a pessoa precisa apresentar um certificado de vacinação com mínimo de 14 dias da última dose da vacina, no idioma espanhol, inglês, francês ou alemão.

Aqueles que não estão vacinados, mas que fazem parte das categorias permitidas, devem apresentar teste PCR negativo de Covid-19, realizado 72 horas antes da chegada ao país europeu ou teste de antígenos realizado 48 horas antes da chegada. Também pode ser apresentado um certificado de recuperação, com prazo máximo de 180 dias a partir da data da amostra.

A Espanha se junta à Suíça, abrindo suas fronteiras para vacinados com imunizantes aceitos pela OMS. Ainda na Europa, Alemanha e França também liberaram a entrada de turistas vacinados, mas, por ora, aceitam apenas as vacinas aprovadas pela União Europeia, o que deixa de fora a CoronaVac.

Curso gratuito ensina a ter consistência na bolsa para ganhar e rentabilizar capital. Participe!

PUBLICIDADE