Dívida doméstica total dos EUA avança US$ 212 bi no 4º tri, a US$ 17,5 tri

A alta foi de 1,2% ante o terceiro trimestre do ano passado

Estadão Conteúdo

(Shutterstock)

Publicidade

A dívida doméstica total dos Estados Unidos cresceu US$ 212 bilhões no quarto trimestre de 2023, a US$ 17,5 trilhões, informou nesta terça-feira, 6, o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Nova York, em seu relatório trimestral sobre o tema.

A alta foi de 1,2% ante o terceiro trimestre do ano passado. As taxas de inadimplência cresceram em todas as modalidades de dívida, exceto empréstimos estudantis.

A dívida em cartões de crédito avançou US$ 50 bilhões, a US$ 1,13 trilhão no último trimestre do ano passado.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Em hipotecas, houve alta de US$ 112 bilhões, a US$ 12,25 trilhões e, em empréstimos para a compra de automóveis, o crescimento foi de US$ 12 bilhões, a US$ 1,61 trilhão, neste caso mantendo uma trajetória de alta desde 2011, diz o relatório.