Vacinas

Contrato em negociação com Pfizer prevê 35 milhões de doses em outubro, diz Queiroga

Contrato em negociação com Pfizer prevê 35 milhões de doses em outubro, diz Queiroga

Vacina contra Covid-19 da Pfizer (REUTERS/Dado Ruvic)
Vacina contra Covid-19 da Pfizer (REUTERS/Dado Ruvic)

SÃO PAULO – O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta segunda-feira que um segundo contrato com a Pfizer, que ele voltou a afirmar que está na iminência de ser assinado, prevê mais 100 milhões de doses da vacina contra Covid-19 da farmacêutica norte-americana, com a entrega de 35 milhões em outubro.

“Ou seja, o Brasil terá à disposição da sociedade 200 milhões de doses da Pfizer, ainda para este ano, porque este segundo contrato ele prevê para o mês de outubro já 35 milhões de doses da Pfizer”, disse Queiroga durante evento na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

O ministro explicou que este acordo em negociação é um segundo contrato com a Pfizer, que se soma ao já assinado e que prevê a aquisição pelo Ministério da Saúde de 100 milhões de doses da vacina, desenvolvida em parceria com a alemã BioNTech, até o final de setembro.

Quer viver de renda? Estes 3 ativos podem construir uma carteira poderosa. Assista no curso gratuito Dominando a Renda Passiva.