Com Campos Neto em férias, Guillen inicia 2024 no comando do BC

Também estão em férias o diretor de Regulação, Otavio Damaso, e a diretora de Administração, Carolina de Assis Barros

Estadão Conteúdo

Diogo Abry Guillen, diretor do BC (Edilson Rodrigues/Agência Senado)

Publicidade

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, segue em férias e o comando da autoridade monetária continua nas mãos do diretor de Política Econômica, Diogo Guillen, que despachará de São Paulo no primeiro dia útil do ano, conforme agenda divulgada há pouco pela instituição. Também estão em férias o diretor de Regulação, Otavio Damaso, e a diretora de Administração, Carolina de Assis Barros. Ambos são substituídos por Guillen.

Assim como Guillen, o diretor de Política Monetária, Gabriel Galípolo, trabalhará a partir da sede

paulista do BC.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Já o diretor de Fiscalização, Ailton de Aquino, que também está em férias, será substituído pelo

diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução, Renato Dias de Brito Gomes. Gomes

despachará amanhã a partir do Rio de Janeiro. A diretora de Assuntos Internacionais e de Gestão de

Continua depois da publicidade

Riscos Corporativos, Fernanda Guardado, também despachará a partir da capital fluminense nesta

terça-feira (2), em seu último dia no BC.

Já o diretor de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta, Mauricio Moura, estará em

recesso em seu último dia na instituição. Ele será substituído por Guillen amanhã.

Tópicos relacionados