Ásia

China promete novas medidas para sustentar economia atingida por coronavírus

Em relatório de política monetária referente ao primeiro trimestre, o BC chinês disse que irá manter sua política flexível e a liquidez, em níveis razoáveis

arrow_forwardMais sobre
(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

O Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) vai lançar novas medidas para sustentar a economia doméstica, que foi gravemente atingida pelo surto do novo coronavírus, e manter sua política monetária flexível, de modo a afastar riscos.

O PBoC disse no domingo (10) que, até o fim do ano, dará maior ênfase à manutenção do crescimento econômico e dos empregos e, ao mesmo tempo, a esforços para eliminação da pobreza.

Em relatório de política monetária referente ao primeiro trimestre, o BC chinês afirmou que irá manter sua política flexível e a liquidez, em níveis razoáveis. Ao contrário do que fez no documento anterior, o PBoC não se mostrou contrário a inundar a economia com excesso de crédito.

Aprenda a investir na bolsa

O PBoC também descreveu como “inéditos” os desafios trazidos pela pandemia de coronavírus, num momento em que a economia global entrou em “trajetória recessiva”, mas afirmou que a China é capaz de controlar os riscos.

O BC chinês reiterou ainda que seguirá adiante com sua reforma das taxas de juros, de maneira a reduzir os custos de financiamento para a economia real, principalmente pequenas empresas.

Newsletter InfoMoney – Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

(Dow Jones Newswires)