China demonstra preocupação com tarifas e sanções dos EUA sobre empresas chinesas

Preocupação foi expressa durante reunião de autoridades integrantes do Grupo de Trabalho Econômico bilateral, em Pequim

Estadão Conteúdo

(Shutterstock)

Publicidade

A China “expressou preocupação” com a imposição de tarifas dos Estados Unidos sobre empresas chinesas, durante reunião de autoridades integrantes do Grupo de Trabalho Econômico bilateral, em Pequim, segundo comunicado divulgado na terça-feira, 6.

“Demonstramos preocupação com o aumento de tarifas dos EUA sobre a China, restrições de investimentos bilaterais e sanções que suprimem empresas chinesas. Ambas as partes concordaram em continuar a comunicação”, afirmou o Ministério das Finanças da China, em nota.

Entretanto, o órgão classificou as conversas como “construtivas”.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Em comunicado divulgado na terça, os EUA também levantaram “pontos de preocupação”, como as práticas industriais e excesso de capacidade da indústria chinesa, diante dos seus possíveis efeitos para empresas americanas.

As autoridades dos EUA ressaltaram que não buscam separar completamente as duas economias, mas construir uma “relação econômica saudável”.