Pandemia continua

Casos de Covid-19 tiveram alta de 33% na capital paulista em dezembro

Aumento no número de casos não se refletiu na quantidade de óbitos

Por  Agência Brasil

Os casos confirmados de Covid-19 registrados na capital paulista tiveram alta de 32,7% em dezembro, em comparação com o mês anterior. Os dados da prefeitura de São Paulo mostram que, no último mês de 2021, o número de pessoas infectadas foi de 21.520, ante 16.215, em novembro.

O aumento do número de casos, no entanto, não se refletiu na quantidade de óbitos. Foram 109 mortes decorrentes de Covid-19 em novembro e 25 em dezembro, uma queda acentuada.

De acordo com a prefeitura, 117 pessoas estão atualmente internadas na cidade: 35 delas em unidades de terapia intensiva (UTI), e 82 em enfermarias.

Segundo a prefeitura paulista, a vacinação contra a doença tem sido decisiva para a diminuição nos óbitos. A cidade de São Paulo ultrapassou, na última segunda-feira (3), a marca de 24 milhões de vacinas aplicadas contra a Covid-19.

A cobertura vacinal da população com mais de 18 anos está acima de 100% para as duas primeiras doses, ou dose única, e em 33,2% para a dose de reforço.

Leia também:
Doria anuncia plano de imunização de crianças de 5 a 11 anos em SP; meta é vacinar faixa etária em até três semanas

Em adolescentes, de 12 a 17 anos, foram aplicadas 930.872 primeiras doses, representando uma cobertura vacinal acima de 100%. Também já foram aplicadas 733.478 segundas doses nesse público (cobertura de 86,9%).

Testes rápidos

Na quarta-feira (5), a prefeitura de São Paulo iniciou a realização de testagens rápidas de Covid-19 em todos as unidades básicas de saúde (UBS) da capital: cerca de 300 mil testes de antígeno estão disponíveis.

Os indivíduos com sintomas respiratórios agudos, com pelo menos dois dos sintomas (febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou degustativos) serão orientados a realizar o teste.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em caso negativo para Covid-19, a pessoa deverá realizar o teste rápido para o vírus influenza, causador da gripe.

“Vamos fazer essa ampla testagem nas próximas duas semanas, o que nos possibilitará ter uma visão mais clara sobre o comportamento das doenças na capital. Estamos acompanhando os números de perto para que possamos prestar a melhor assistência para a população”, disse o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe