Dados do Ministério da Saúde

Brasil se aproxima de 7 milhões de casos de Covid-19

Segundo o boletim, a taxa de letalidade da doença está em 2,6% e a de mortalidade subiu para 86,5 pessoas para cada 100 mil habitantes

arrow_forwardMais sobre
mask for prevention of respiratory diseases, with the American flag painted. US pandemic concept. North america corona virus, risk of epidemic.
(RHJ/Getty Images)

(ANSA) – O Ministério da Saúde informou nesta segunda-feira (14) que o Brasil registrou mais 433 mortes pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) no período de 24 horas, elevando o número total de vítimas para 181.835.

Segundo o boletim, a taxa de letalidade da doença está em 2,6% e a de mortalidade subiu para 86,5 pessoas para cada 100 mil habitantes.

Em números absolutos, São Paulo continua sendo o estado a somar mais óbitos, com 44.050, seguido por Rio de Janeiro (23.740), Minas Gerais (10.711), Ceará (9.786) e Pernambuco (9.299).

A pasta informa ainda que foram contabilizados 25.193 novos casos em um dia, aumentando para 6.927.145 a quantidade de pessoas que já se contaminaram desde março no país. A taxa de incidência da Covid-19 é de 3.296,3 a cada 100 mil cidadãos.

Também nesse ranking, São Paulo é o estado com mais casos em termos absolutos (1.337.016), seguido por Minas Gerais (469.003), Bahia (447.126) e Rio de Janeiro (389.893).

A média móvel de casos nos últimos sete dias está em 43.319 e a de óbitos está em 645.

O Brasil, que enfrenta um repique da doença e está próximo de atingir os 7 milhões de infectados, é o segundo país com maior número de mortes por Covid-19 no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e o terceiro em casos, abaixo dos EUA e da Índia.

Quer receber aluguel sem ter imóvel? Thomaz Merluzzi, estrategista de Fundos Imobiliários da XP, oferece treinamento gratuito para quem busca uma fonte de renda passiva – inscreva-se já!