BoE: “não é improvável que o juro básico suba a 2% ou mais”, diz Saunders

Em maio, a taxa anual de inflação britânica atingiu 9,1%, o maior nível em quatro décadas.

Estadão Conteúdo

Sede do Banco da Inglaterra (BoE)

Publicidade

Dirigente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Michael Saunders disse nesta segunda-feira, 18, que “não é improvável ou implausível” que a taxa básica de juros do Reino Unido, hoje em 1,25%, suba a 2% ou mais.

Em discurso no instituto de pesquisa Resolution Foundation, Saunders previu que “mais algum” aperto monetário deverá ocorrer nos próximos meses, uma vez que o Reino Unido está lidando com excesso de demanda e tem baixo potencial de crescimento.

O aperto, segundo Saunders, será necessário para que o BoE consiga trazer a inflação de volta para sua meta de 2% de “forma sustentada”.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Em maio, a taxa anual de inflação britânica atingiu 9,1%, o maior nível em quatro décadas.

Saunders irá concluir seu segundo e último mandato como integrante do comitê de política monetária do BoE após a reunião de juros de 4 de agosto. Em seu lugar, entrará Swati Dhingra, da London School of Economics.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.