Banco da Inglaterra

BoE: “não é improvável que o juro básico suba a 2% ou mais”, diz Saunders

Em maio, a taxa anual de inflação britânica atingiu 9,1%, o maior nível em quatro décadas.

Por  Estadão Conteúdo -

Dirigente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Michael Saunders disse nesta segunda-feira, 18, que “não é improvável ou implausível” que a taxa básica de juros do Reino Unido, hoje em 1,25%, suba a 2% ou mais.

Em discurso no instituto de pesquisa Resolution Foundation, Saunders previu que “mais algum” aperto monetário deverá ocorrer nos próximos meses, uma vez que o Reino Unido está lidando com excesso de demanda e tem baixo potencial de crescimento.

O aperto, segundo Saunders, será necessário para que o BoE consiga trazer a inflação de volta para sua meta de 2% de “forma sustentada”.

Em maio, a taxa anual de inflação britânica atingiu 9,1%, o maior nível em quatro décadas.

Saunders irá concluir seu segundo e último mandato como integrante do comitê de política monetária do BoE após a reunião de juros de 4 de agosto. Em seu lugar, entrará Swati Dhingra, da London School of Economics.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe