Vice-presidente do BCE

BCE: podemos descartar possibilidade de estagflação na zona do euro, diz Guindos

Vice-presidente do BCE também reiterou que a inflação deverá permanecer alta por mais tempo do que se imaginava

Por  Estadão Conteúdo -

O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Luis de Guindos, disse nesta terça-feira (22) que a zona do euro não enfrenta o risco de entrar numa situação de estagflação, como resultado da invasão da Ucrânia pela Rússia.

Guindos, que falou durante evento organizado pelo Money Review, disse que a guerra russo-ucraniana irá prejudicar a economia da zona do euro, mas não impedirá o bloco de crescer.

“Podemos descartar a possibilidade de estagflação”, disse Guindos, acrescentando que, mesmo no cenário mais sombrio, a expectativa é de que o Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro tenha expansão de cerca de 2% em 2022.

Guindos também reiterou que a inflação deverá permanecer alta por mais tempo do que se imaginava e que a exposição de bancos europeus à Rússia é limitada.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe