BCE avalia que riscos à estabilidade financeira e chances de recessão recuaram

Relatório divulgado hoje alerta que, embora as condições de estabilidade financeira tenham melhorado e inflação ser mais baixa, continua sendo crucial ampliar a resiliência do sistema financeiro

Estadão Conteúdo

Vista da sede do Banco Central Europeu (BCE) em Frankfurt, na Alemanha (Reuters/Wolfgang Rattay)

Publicidade

O sistema financeiro da zona euro enfrenta ameaças menos graves à estabilidade, visto que parece cada vez mais improvável que a economia do bloco entre em uma recessão profunda, segundo relatório do Banco Central Europeu (BCE), divulgado nesta quinta-feira (16).

 

O BCE, no entanto, alertou no documento que incertezas geopolíticas e de políticas globais permanecem “elevadas”, ao passo que o potencial de choques econômicos ou financeiros segue “alto”.

Continua depois da publicidade

 

“Os riscos geopolíticos continuam obscurecendo a perspectiva para a estabilidade financeira”, disse o vice-presidente do BCE, Luis de Guindos, no relatório.

 

Continua depois da publicidade

“Embora as condições de estabilidade financeira tenham melhorado em linha com a redução dos riscos de recessão e a inflação mais baixa, continua sendo crucial que desenvolvamos ainda mais a resiliência do sistema financeiro,” acrescentou.