Prazo estendido

Banco Central estende até dezembro limite para dividendos e recompra de ações por instituições financeiras

O objetivo é a manutenção do crédito na economia e assegurar a eventual absorção de perdas futuras

(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Conselho Monetário Nacional (CMN) estendeu até dezembro de 2020 as restrições das instituições financeiras para o pagamento o de dividendos acima do mínimo obrigatório, recompra de ações e redução do capital social, segundo nota do Banco Central.

“A norma estabeleceu requisitos prudenciais transitórios para fortalecer o colchão de recursos das instituições financeiras e garantir sua disponibilidade imediata. O objetivo é a manutenção do crédito na economia e assegurar a eventual absorção de perdas futuras”, apontou a autoridade monetária.

Ao ampliar a incidência a todo o exercício de 2020, espera-se maior conservadorismo na preservação de recursos e simplificação da apuração dos limites passíveis de distribuição.

Aprenda a investir na bolsa

Os eventuais pagamentos dentro dos limites estabelecidos devem ser feitos com prudência, dadas as incertezas do cenário em curso, afirmou o BC.