Importações maiores que exportações

Balança comercial tem déficit de US$ 1,125 bilhão em janeiro

O déficit do primeiro mês de 2021 veio menor do que o estimado por analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast

A balança comercial brasileira iniciou o ano com déficit de US$ 1,125 bilhão em janeiro. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 1º de fevereiro, pela Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério da Economia. No primeiro mês de 2020, o resultado também havia sido negativo, em US$ 1,684 bilhão.

O déficit do primeiro mês de 2021 veio menor do que o estimado por analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast. A mediana era de saldo negativo de US$ 2,09 bilhões, obtido a partir de intervalo de déficit de US$ 3,212 bilhões a saldo positivo de US$ 4,1 bilhões.

No mês passado, a corrente de comércio (soma das exportações e importações) avançou 10,2%.

As exportações somaram US$ 14,808 bilhões, uma alta de 12,4% ante janeiro de 2020. Já as importações chegaram a US$ 15,933 bilhões, um avanço de 8,3% na mesma comparação.

Na quinta semana de janeiro (25 a 31), o saldo comercial foi de superávit de US$ 1,108 bilhão.

Depois de segurar as exportações brasileiras em 2020, o setor agropecuário teve queda de 2,6% nas exportações em janeiro.

Houve aumento, porém, nas vendas de produtos dos outros setores: 35,3% em indústria extrativa e 6,0% em bens da indústria de transformação.

Já nas importações, houve aumento de 22,3% na agropecuária, de 7,6% em indústria extrativa e de 6,5% em produtos da indústria de transformação.

Quer ser trader e tem medo de começar? O InfoMoney te ajuda a chegar lá: participe do Full Trader, o maior projeto de formação de traders do Brasil e se torne um faixa preta em 3 meses – inscreva-se de graça!

PUBLICIDADE