Coronavírus

Agência reguladora dos EUA recomenda vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos

Medida abre caminho para a autorização emergencial da vacina; é necessário contudo, determinação final sobre a permissão do uso do medicamento

Por  ANSA Brasil

(ANSA) – O comitê consultivo da Administração de Alimentos e Remédios dos EUA (FDA) decidiu nesta terça-feira (26) recomendar a vacina anti-Covid desenvolvida pela farmacêutica Pfizer e pelo laboratório BioNTech para crianças de 5 a 11 anos de idade.

A recomendação do fármaco recebeu 17 votos favoráveis e apenas uma abstenção. A decisão foi tomada após uma longa reunião e porque as evidências científicas disponíveis atualmente comprovam que os benefícios do imunizante para essa faixa etária superam os riscos.

A medida abre caminho para a autorização emergencial da vacina. Agora, a FDA precisa dar uma determinação final sobre a permissão do uso do medicamento, o que deve ocorrer nos próximos dias. Na sequência, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) emite seu parecer sobre o tema.

Na semana passada, a Pfizer divulgou um estudo no qual o imunizante apresentou 90,7% de eficácia na prevenção de casos sintomáticos em crianças de 5 a 11 anos. Atualmente, a fórmula é aplicada somente em pequenos a partir dos 12 anos nos EUA.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

Compartilhe