Quero-Quero (LJQQ3)

QUERO-QUERO ON NM

error_outline Atualizado 23/11/20 às 17h54. Delay 15 min
arrow_upward

15,26

+1.26%

14,87

15,35

22.431.897,00

Fechamento anterior 15,07
Abertura 15,1
Negócios 8043
Volume R$ 22,43 M
Mín — Máx (Dia) 14,87 - 15,35
Variação (Dia) +1.26%
Variação (Mês) +2.41%

Invista com taxa Zero

Sigla: LJQQ3

Tipo: Ações

Receita Líquida R$ 1,34 B
Lucro Líquido (LL) R$ 30,12 M
Margem Líquida 2.24%
Ebitda R$ 162,46 M
Margem Ebitda 70.7%
Ativo Total R$ 1,64 B
Dívida Bruta R$ 335,99 M
Dívida Líquida R$ 65,71 M
Patrimônio Líquido (PL) R$ 145,66 M
Índice de preço sobre lucro (P/L) 12,08
Retorno sobre o PL (ROE) +20.67%
Retorno sobre o Capital (ROIC) +15.61%

A Quero-Quero é uma varejista de materiais de construção. Ela foi criada em 1967 no interior do Rio Grande do Sul, na cidade de Santo Cristo, inicialmente como uma pequena empresa de comércio e representações.

Em 2008, a companhia foi comprada pelo fundo de Private Equity Advent International, mudando a sua sede para a cidade gaúcha de Cachoeirinha.

O grupo conta com mais de 300 lojas, distribuídas nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Cataria e Paraná, além de dois Centros de Distribuição e mais de 4.000 funcionários. A varejista concentra 75% de suas lojas no Rio Grande do Sul.

O grupo, além do segmento varejista com foco em Material de Construção, Eletrodomésticos e Móveis, administra os cartões de crédito da bandeira Verde Card. A rede também tem uma carteira de Serviços Financeiros.

Em 2019, a varejista registrou uma receita líquida de R$ 1,7 bilhão, alta de 24% sobre o ano anterior.

A companhia apresentou pela primeira vez o registro para realizar IPO no começo de março, tendo que suspender os planos em razão da pandemia do novo coronavírus, retomando o pedido no segundo semestre.

No prospecto preliminar da oferta, a Quero-Quero afirmou que usaria os recursos da oferta primária para abrir e reformar lojas, investir em centros de distribuição e reforçar o capital de giro.

As ações passam a ser negociadas no Novo Mercado da B3 após a captação de R$ 1,94 bilhão no IPO em agosto de 2020.

Dados complementares fornecidos pela

Com dinheiro