Paranapanema PMAM3F

PARANAPANEMAON NM

error_outline Atualizado às 17h15. Delay 15 min
arrow_downward

28,46

-1.24%

28,46

30,00

98.915,63

Fechamento anterior 28,81
Abertura 29,19
Negócios 212,00
Quantidade 3.379,00
Volume 98.915
Mín — Máx (Dia) 28,46 - 30,00
Variação (Dia) -1.24%
Variação (Mês) +2.74%
Variação (2019) +2008.14%
Variação (52 semanas) +1890.20%

Sigla: PMAM3F

Tipo: AÇÕES

A Paranapanema S.A. é uma das maiores produtoras de cobre do país. Atua no refinamento e na produção de semimanufaturados; vergalhões, fios trefilados, laminados, barras, tubos, conexões e suas ligas.

A companhia foi criada em 1961 por Octávio Cavalcante Lacombe, José Carlos Araújo e Aloysio Ramalho Foz. No início, a operação era voltada para construção civil pesada. Entretanto, após adquirir a Minebra em 1965, a empresa entrou na área de mineração.

O ano de 1969 marca uma nova fase; a Paranapanema descobre minério de estanho na Amazônia e amplia a sua atuação na região Norte. Em 1977 participa da construção da Transamazônica e em 1974 o BNDES adquire a empresa para investir em pesquisas no setor de mineração. Em 1977 a companhia é registrada na CVM.

A década de 1980 é marcada por dois projetos importantes na área de construção: a fábrica de alumínio Albrás e a mina do Projeto Ferro Carajás.

Em 1995 a Paranapanema passa a ser controlada por um grupo de fundos de pensão liderados pela Caixa. A divisão de construção civil é encerrada em 1996, junto com outras divisões. A empresa se reestruturou como holding concentrando investimentos em metais não ferrosos.

A companhia vendeu o segmento de zinco em 2002 e o de estanho em 2008. A partir de 2012 ela passou a focar suas atividades apenas na fundição e refino do cobre primário e semimanufaturados. Ao longo de 2017 a empresa renegociou dívidas e captou R$ 712 milhões com ofertas públicas.

A Paranapanema está listada na B3 desde 1971 com o ticker PMAM3. Ela também está no mercado fracionado (PMAM3F). A empresa faz parte do segmento Novo Mercado de Governança Corporativa desde fevereiro de 2012.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na XP Investimentos – é grátis!