MDiasBranco MDIA3F

M.DIASBRANCOON NM

error_outline Atualizado 30/07/21 às 17h15. Delay 15 min
arrow_upward

31,45

+1.12%

30,95

31,46

359.043,08

Fechamento anterior 31,1
Abertura 31,3
Negócios 754
VolumeR$ 359043,08
Mín — Máx (Dia) 30,95 - 31,46
Variação (Dia) +1.12%
Variação (Mês) -2.99%
Variação (2021) -7.36%
Variação (52 semanas) -22.34%

Invista com taxa Zero

Sigla: MDIA3

Tipo: Ações

Receita Líquida R$ 7,1 B
Lucro Líquido (LL) R$ 641,86 M
Margem Líquida 9.02%
Ebitda R$ 799,18 M
Margem Ebitda 11.24%
Ativo Total R$ 10,42 B
Dívida Bruta R$ 2,12 B
Dívida Líquida R$ 438,49 M
Patrimônio Líquido (PL) R$ 6,67 B
Índice de preço sobre lucro (P/L) 16,37
Retorno sobre o PL (ROE) +9.61%
Retorno sobre o Capital (ROIC) +4%

A M. Dias Branco S.A. Indústria e Comércio de Alimentos é uma empresa da indústria de alimentos. Ela é dona de 11 marcas, entre elas Adria, Vitarella, Piraquê, Finna, e Bonsabor. O portfólio de produtos inclui biscoitos, massas, farinhas e farelo de trigo. Também atua com misturas para bolos, margarinas e cremes vegetais, bolos prontos, snacks de milho e de trigo. Ela ainda produz torradas, biscoitos de chocolate, bits de cereais e refresco em pó.

Ao todo, a companhia possui 15 unidades industriais e 38 unidades de comercialização e distribuição. Apenas no mercado de biscoitos brasileiro, detinha 34% do marketshare em 2018. No mercado de massas detinha 36% de marketshare no mesmo ano.

Em 2018 a empresa teve receita líquida de R$ 6 bilhões e Ebitda de R$ 933 milhões. Em 2017 a receita líquida foi de R$ 5,4 bilhões e Ebitda de R$ 966 milhões.

O início das atividades da M. Dias Branco se deu em 1940, como uma padaria, no estado do Ceará. A produção em escala industrial foi começou a partir de 1953.

Na década de 1960 a empresa começou a desenvolver seu atual modelo de distribuição pulverizado, voltado ao micro, pequeno e médio varejo. Com a expansão dos negócios, uma nova sede foi inaugurada em 1980.

Em 1992 foi inaugurada a primeira unidade de moagem de trigo. Em 2000 foi inaugurado o segundo moinho de trigo, no Rio Grande do Norte. Buscando maior verticalização de insumos e ingresso em novos segmentos, em 2002 foi inaugurada uma unidade de produção de gorduras, margarinas e cremes vegetais.

Em 2003 foi inaugurado o terceiro moinho de trigo, na Bahia. Em 2005 inaugurou uma fábrica integrada ao moinho da Bahia. Outra unidade no mesmo modelo integrado foi inaugurada na Paraíba.

Em 2006 a companhia passou a ter a denominação atual e realizou sua abertura de capital. As ações passaram a ser negociadas no segmento do Novo Mercado (MDIA3). A empresa também está no mercado fracionado (MDIA3F).

Em 2008 adquiriu a Alimentos Bomgosto Ltda. Em 2011 realizou a aquisição da Indústria de Alimentos Bomgosto Ltda. (Vitarella). Em 2015 entraram em operação dois novos moinhos de trigo. Em 2018 a companhia adquiriu a Indústria de Produtos Alimentícios Piraquê.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na XP Investimentos – é grátis!

Dados complementares fornecidos pela

Com dinheiro