IRB Brasil (IRBR3)

IRBBRASIL REON NM

error_outline Atualizado às . Delay 15 min
arrow_downward

37,07

-0.34%

36,90

37,45

121.662.586,00

Fechamento anterior 37,20
Abertura 37,07
Negócios 12.889,00
Quantidade 3.278.500,00
Volume 121.662.586
Mín — Máx (Dia) 36,90 - 37,45
Variação (Dia) -0.34%
Variação (Mês) -0.16%
Variação (2019) +37.49%
Variação (52 semanas) +53.11%

Sobre IRB Brasil

Sigla: IRBR3

Tipo: AÇÕES

Setor: Seguros

O IRB Brasil RE é uma empresa especializada em resseguro. Em termos gerais, a empresa assume o compromisso de indenizar outras seguradoras por prejuízos que possam ocorrer em decorrência de suas apólices. Em troca recebe, parte dos prêmios.

O ressegurador ainda dispõe de um recurso chamado retrocessão, pelo qual repassa parte das responsabilidades que assumiu para outro ressegurador, com o objetivo de proteger seu patrimônio

Atuando com foco na América Latina, o IRB também está presente na Europa, África, Ásia, Oriente Médio e América do Norte.

Suas linhas de negócios incluem setores como Riscos Aeronáuticos, Riscos de Engenharia, Óleo e Gás, Linhas Financeiras, entre outros.

Fundada como estatal em 1939, a empresa se chamava apenas Instituto de Resseguros do Brasil. Em 1996 tornou-se uma sociedade de economia mista e passou a se chamar IRB Brasil Resseguros S.A. Em 2007 o IRB perdeu o monopólio de mercado e em 2013 foi privatizado.

Em 2017 a empresa abriu capital com o lançamento das ações no Novo Mercado da B3. Na época, assumiu a 8ª posição entre os 10 maiores resseguradores do mundo em valor de mercado.

Em 2019 o IRB realizou duas ofertas secundárias de ações (follow-ons), que juntas movimentaram  aproximadamente R$ 10 bilhões. Uma das ofertas ganhou impulso com a publicação da circular 589 da Superintendência de Seguros Privados (Susep). A mudança permitiu às empresas com capital aberto do setor de seguros ter controle pulverizado.

Também em 2019, o IRB ganhou o prêmio revelação no ranking feito pelo InfoMoney, em parceria com Ibmec e Economatica

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na XP Investimentos – é grátis!