Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada IGC

IGOVERNANCA

error_outline Atualizado às 17h15. Delay 15 min
arrow_upward

16.549

+1.03%

16.368

16.564

15.971.004.896

Fechamento anterior 16.379
Abertura 16.379
Negócios 1.445.727
Quantidade 0
Volume 15.971.004.896
Mín — Máx (Dia) 16.368 - 16.564
Variação (Dia) +1.03%
Variação (Mês) +2.38%
Variação (2019) +26.10%
Variação (52 semanas) +30.85%

Sigla: IGC

Tipo: ÍNDICE SETORIAL

O Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada (IGC) reflete o valor dos ativos de todas as empresas com governança corporativa diferenciada. São incluídos ativos das empresas listadas nos segmentos Novo Mercado, Nível 1 e Nível 2 de governança corporativa. Tanto ações quando units podem compor o IGC.

O segmento Novo Mercado lista ações de empresas que adotam, voluntariamente, práticas de governança corporativa adicionais às que são exigidas pela legislação brasileira. Entre elas, o capital deve ser composto exclusivamente por ações ordinárias com direito a voto. Além disso, todos os acionistas têm direito a vender suas ações pelo mesmo preço do controlador (tag along de 100%). O segmento ainda tem outras exigências, como instalação de área de Auditoria Interna, função de Compliance e Comitê de Auditoria.

Para estar no Nível 1, as empresas devem ter free float mínimo de 25%, com no mínimo a mesma porcentagem de ações em circulação. Também é necessário divulgar informações adicionais às exigidas em lei, como um calendário anual de eventos corporativos.

O Nível 2 de listagem é similar ao Novo Mercado, mas permite que as empresas mantenham ações preferenciais. Contudo,  no caso de venda do controle, é assegurado o tag along de 100% a todos os acionistas. As ações preferenciais ainda dão o direito de voto aos acionistas em situações críticas.

Para ser elegível ao IGC, um ativo deve ter presença de 50% no período das 3 carteiras anteriores. Estão vetados “penny stocks”, ativos negociados a menos de R$ 1.

Não fazem parte desse índice os BDRs e ativos de companhias em recuperação judicial ou extrajudicial. Também ficam excluídas empresas em regime especial de administração temporária e intervenção.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na XP Investimentos – é grátis!