EXPERT 2020 AO VIVO Diego Barreto, do iFood, responde quais mudanças trazidas pela pandemia no delivery vieram para ficar

Diego Barreto, do iFood, responde quais mudanças trazidas pela pandemia no delivery vieram para ficar

CEEE-GT EEEL3F

Invista com taxa Zero

Sigla: EEEL3F

Tipo: AÇÕES

A Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT) é uma empresa de economia mista. Pertence ao Grupo CEEE, concessionária de serviços de geração e transmissão de energia elétrica no Estado do Rio Grande do Sul.

A CEEE-GT possui 15 usinas, localizadas nos sistemas Jacuí e Salto, que totalizam uma capacidade própria instalada de 909,9 MW de potência. A empresa também dispõe da potência oriunda da participação em 8 projetos de parceria público-privada. Essa potência adicional é de 319,83 MW, atingindo uma capacidade total de 1.229,73 MW.

A energia produzida pelas usinas destina-se ao suprimento do Sistema Integrado Nacional (SIN). Os clientes são empresas de Distribuição e Consumidores Livres do mercado.

A CEE-GT também é a responsável pela maioria das instalações da Rede Básica de Transmissão do Estado. Viabiliza o transporte e suprimento de energia às Concessionárias de Distribuição que atuam no RS. Também atende potenciais Consumidores Livres e Produtores Independentes. Possui 55 subestações e aproximadamente 6.000 km de linhas de transmissão.

A origem da empresa se deu em 1943, com o Decreto-Lei Estadual nº 328, que criou a Comissão Estadual de Energia Elétrica (CEEE). Em 1996 foi aprovada lei que permitiu alienar até 49% do Capital Social da Companhia. Após privatizações, a empresa permaneceu com concessões para geração hidrelétrica, transmissão e distribuição.

A CEEE-GT surgiu em 2006, quando ocorreu cisão parcial da CEEE. Uma parcela do seu patrimônio foi usado na constituição da Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D). Na mesma ocasião, também foi aprovada a mudança para a denominação atual.

O principal controlador da CEEE-GT é a CEEE Participações, que detém 65,92% das ações, seguida da Eletrobrás, que detém 32,58%. As ações pulverizadas correspondem a 0,56%, enquanto 0,93 estão com outros acionistas.

A empresa está listada na B3 com ações ordinárias (EEEL3) e preferenciais (EEEL4). Também está no mercado fracionário (EEEL3F e EEEL4F).

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na XP Investimentos – é grátis!