EXPERT 2020 AO VIVO Diego Barreto, do iFood, responde quais mudanças trazidas pela pandemia no delivery vieram para ficar

Diego Barreto, do iFood, responde quais mudanças trazidas pela pandemia no delivery vieram para ficar

CEB (CEBR3)

CEB ON

error_outline Atualizado às 11h01. Delay 15 min
arrow_upward

58,50

+2.63%

58,50

58,50

5.850,00

Fechamento anterior 57,00
Abertura 0,00
Negócios 1,00
Quantidade 100,00
Volume 5850
Mín — Máx (Dia) 58,50 - 58,50
Variação (Dia) +2.63%
Variação (Mês) +4.46%
Variação (2020) +7.55%
Variação (52 semanas) +82.47%

Invista com taxa Zero

Sobre CEB

Sigla: CEBR3

Tipo: AÇÕES

Setor: Energia e Saneamento

A Companhia Energética de Brasília (CEB) é a controladora do Grupo CEB, holding oriunda da antiga Companhia de Eletricidade de Brasília. Atua com com geração e distribuição de energia no Distrito Federal e região. As suas controladas integrais são a CEB Distribuição, CEB Geração e CEB Participação. Tem controle ainda sobre CEB Lajeado, Energética Corumbá e Corumbá Concessões. É coligada com a CEB Gás e BSB Energia.

Por meios de suas controladas, gera energia nas Usinas do Paranoá, na Termoelétricas de Brasília, e na Usina de Queimado. Ainda gera energia na hidrelétrica Luis Eduardo Magalhães, em Tocantins, além de Corumbá III e IV.

Em 2019, o governo do Distrito Federal possuía 93,21 % das ações com direito a voto e 80,20% do total. O FIA Mistyque, gerido pela Vinci Equities, era o segundo maior acionista da companhia. Este fundo é destinado a receber, exclusivamente, aplicações de Investidores Profissionais. A Eletrobras possuía um pouco mais de 4 % das ações preferenciais. Ao final de 2018, cerca de 1.023 investidores pessoas físicas tinham ações da CEB em carteira.

Em 1968 foi criada a Companhia de Eletricidade de Brasília, a partir do Departamento de Força e Luz da Novacap. Na década de 1970 a empresa distribuía no DF a energia gerada em Furnas.

Em 1978 a CEB finalizou um Plano Bienal de iluminação Pública, atingindo a marca de 50 mil pontos de luz em todo o DF.

Em 1992 a CEB passou à denominação Companhia Energética de Brasília, obtendo concessão de gás canalizado em 1993. A partir de 1994 também obteve concessão para participar de consórcios de aproveitamento hidrelétrico.

Em 2006 a empresa passou por reestruturação, criando a CEB Distribuição, CEB Geração e CEB Participação.

A CEB está listada na B3 com ações ordinárias (CEBR3) e preferenciais do tipo A e B (CEBR5 e CEBR6). Também está no mercado fracionário (CEBR3F, CEBR5F, CEBR6F).

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na XP Investimentos – é grátis!