Arcelor (ARMT34)

ARCELOR DRN

error_outline Atualizado às 17h15. Delay 15 min
arrow_downward

35,00

-0.84%

35,00

35,00

10.500,00

Fechamento anterior 35,30
Abertura 35,00
Negócios 1,00
Quantidade 300,00
Volume 10.500
Mín — Máx (Dia) 35,00 - 35,00
Variação (Dia) -0.84%
Variação (Mês) +17.84%
Variação (2019) -13.36%
Variação (52 semanas) -26.54%

Sobre Arcelor

Sigla: ARMT34

Tipo: AÇÕES

Setor: Siderúrgico

A Arcelor Mittal é uma empresa de mineração e produção de aço. O Grupo ArcelorMittal tem sede em Luxembrugo e está presente em mais de 60 países, com operações industriais em 19 deles. A ArcelorMittal Brasil possui capacidade instalada de produção de aço superior a 12,5 milhões de toneladas ao ano.

A empresa possui plantas industriais em seis estados e emprega cerca de 17 mil pessoas. Produz aços longos e planos para indústrias automobilística, de eletrodomésticos, embalagens, construção civil e naval. Também atua em mineração, geração de energia, produção de biorredutor renovável e tecnologia da informação.

Em 2018 a empresa teve no Brasil receita líquida consolidada de R$ 31,2 bilhões. A geração de caixa operacional (EBITDA) foi de R$ 2,8 bilhões.

A ArcelorMittal surgiu através da fusão da Arcelor e da Mittal Steel em 2006. Ela é a sucessora da Mittal Steel, uma empresa criada em 1976 por Lakshmi N Mittal. A partir de 1989, Mittal Steel cresceu baseada numa estratégia de consolidação e aquisições.

A Arcelor foi criada em fevereiro de 2002 através da fusão da Arbed (Luxemburgo) de 1911, Aceralia (Espanha) e Usinor (França). A Arcelor também tinha grandes instalações de produção de aço na Bélgica, Alemanha, Itália, Brasil e Argentina.

Em 2004 a Arcelor adquiriu o controle acionário da Companhia Siderurgica Tubarão (agora parte da ArcelorMittal Brasil). Em 2005 adquiriu a Huta Warszawa (Polônia). Em 2006 adquiriu o controle acionário em Sonasid (Marrocos) e Dofasco (Canadá) em 2006.

Em 2007, a recém-incorporada ArcelorMittal continuou a seguir uma estratégia de crescimento expansivo. Teve 35 transações anunciadas em todo o mundo. Em 2008 a empresa suspendeu boa parte de seus investimentos em função da crise global. Após a crise retomou projetos e em 2011 os investimentos em mineração dobraram para quase US $ 1,3 bilhão.

A empresa está listada na B3 com a BDR ARMT34. Também está no mercado fracionado (ARMT34F).

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na XP Investimentos – é grátis!