Em conteudo-patrocinado / xpi

Quer investir melhor? Maior rede de escritórios de investimentos do Brasil oferece assessoria sem custo

Modelo já consolidado nos EUA ganha espaço no Brasil e permite que investidores tenham atendimento semelhante ao Private Banking com capital inicial mais baixo e mais opções de investimento

O mercado financeiro passou por transformações significativas nos últimos anos. A oferta de produtos aumentou consideravelmente e novas classes de ativos surgiram, trazendo aos investidores a escolha entre centenas de alternativas para todos os perfis de risco à distância de alguns cliques. Com uma oferta tão ampla, o desafio agora é cada vez mais fazer uma curadoria com as melhores oportunidades para cada momento. O profissional mais capacitado para ajudar nessa tarefa é o assessor de investimentos, um especialista que atua com produtos de dezenas de instituições financeiras. E esse profissional não cobra nada pelo serviço.

Existem no Brasil milhares de assessores ajudando seus clientes a melhorarem a vida financeira todos os dias. A XP Investimentos lidera esse movimento, construindo ao longo dos últimos anos uma rede de quase três mil assessores – e o plano é alcançar uma marca próxima a cinco mil ainda neste ano. Muitos desses profissionais carregam no currículo anos de atuação em grandes instituições financeiras, inclusive em áreas como o Private Banking, serviço disponível apenas para clientes multimilionários.

Se você quer experimentar a assessoria sem custo, abra uma conta na XP Investimentos.

Atualmente, a XP tem mais de 500 mil clientes ativos. Um deles é Claudio Furusho, dono de uma startup na área de TI e de outras duas pequenas usinas na área de logística em São Paulo. Sem tempo para estudar os produtos financeiros na profundidade necessária para escolher os melhores investimentos, ele conta que trocou o banco pelo modelo de assessoria no início do ano passado. Essa mudança ocorreu quando conheceu Eduardo Akira, sócio-fundador da Vero Investimentos, um dos escritórios que está conectado à rede da XP Investimentos. “Pensava que apenas investidores multimilionários poderiam ter a atenção dos escritórios, foi o contato com o Akira que mudou essa percepção”, diz ao InfoMoney.

O primeiro contato do cliente com o assessor é uma reunião para entender os objetivos financeiros. Traçado um perfil completo, em uma segunda etapa o assessor auxilia a escolher uma carteira de investimentos adequada, que reforce a rentabilidade respeitando os riscos que o cliente gostaria de assumir. Isso é possível porque o assessor atua com uma oferta de produtos de investimento muito mais extensa do que existe nos bancos. A partir desse momento, o investidor acompanha os resultados e tem o profissional à disposição para novos esclarecimentos e dicas. “Converso com o Akira cerca de duas vezes por mês, mas todos do escritório dele sempre estão à disposição para conversar comigo”, complementa.

Acostumado a um portfólio que antes era composto por fundos de renda fixa e CDBs, ao ingressar na Vero Investimentos o empreendedor optou por montar uma carteira com produtos que antes nem considerava. “Tenho um perfil de risco moderado, então hoje tenho uma carteira muito mais heterogênea, a sensação que eu tinha no banco é que havia um certo conflito de interesse”, explica Furusho.

Para Caio Peres, head da área de Expansão da XP Investimentos, o momento é ainda mais propício para os investidores buscarem um acompanhamento profissional. “A assessoria especializada, especialmente nesse cenário de juros baixos, é ainda mais necessária para que o investidor brasileiro consiga buscar um portfólio mais adequado aos seus objetivos”, reforça. Na noite do dia 21 de março, o Banco Central anunciou a redução da taxa Selic para 6,50% ao ano e abriu as portas para um novo corte em maio. Esse é o menor nível da história no Brasil, e é importante para o mercado financeiro porque a taxa Selic serve de referência para a maioria dos investimentos em renda fixa, o que significa que os investidores que buscam rentabilidades mais elevadas precisam buscar alternativas mais arrojadas. Em 2017, a taxa Selic começou o ano a 13%, o dobro do patamar atual.

Se a assessoria para investimentos ainda é um assunto relativamente novo no Brasil, ela já está plenamente consolidada em outros mercados. Nos EUA, mais de 90% das pessoas que investem contam com um distribuidor independente. “Já vemos o começo de uma transformação desse cenário no Brasil. Existe uma tendência muito forte de profissionais saindo dos bancos para se tornar assessor de investimento”, conta Peres.

Mais de 500 opções

Na XP Investimentos, a instituição financeira que conta com a maior rede de assessores do Brasil, a prateleira de produto traz cerca de 500 opções para investir, com centenas de alternativas na renda fixa e em fundos de investimento. Essa é a maior diversidade de produtos do mercado. A instituição também é a maior distribuidora de COEs (Certificados de Operações Estruturadas) no Brasil, uma modalidade de investimento híbrida e que surgiu apenas nos últimos anos, na qual os investidores podem ter ganhos próximos ao da renda variável com risco controlado.

Na prateleira de renda fixa, por exemplo, há CDBs de dezenas de instituições financeiras diferentes, e que chegam a pagar até 125% do CDI, além de diversos outros produtos com ganhos isentos do Imposto de Renda. Nos grandes bancos, por exemplo, os CDBs normalmente pagam entre 80% a 90% do CDI. Entre os fundos de investimento estão alguns dos maiores nomes em gestão de recursos, incluindo BTG Pactual, Verde Asset, SPX, Adam Capital, entre outros.

Você quer montar uma carteira com os melhores investimentos para o seu perfil? Invista com a expertise da melhor assessoria do Brasil sem custo nenhum. Abra a sua conta na XP Investimentos.

 

 

Contato